O Guinness Book em 30 fatos e recordes

O Guinness Book em 30 fatos e recordes

O Guinness World Records (antigo Guinness Book of Records, lançado em português como Livro Guinness dos Recordes) é um livro publicado anualmente com uma lista de recordes reconhecidos internacionalmente. Em suma, é um livro recheado de superlativos e façanhas extraordinárias.

Até hoje, o Livro Guiness dos Recordes vendeu 100 milhões de cópias em todo o mundo. É considerado atualmente o décimo livro mais vendido da história.

O Livro dos Recordes é publicado nos seguintes idiomas: inglês, português, árabe, chinês, croata, tcheco, dinamarquês, holandês, finlandês, francês, alemão, grego, hebraico, húngaro, islandês, italiano, japonês, norueguês, russo, esloveno, eslovaco, espanhol, sueco, turco e mais 12 línguas

Ao contrário do que muita gente pensa, o idealizador do Guiness World Records não se chamava Guiness. Quem o criou foi o engenheiro inglês Sir Hugh Beaver, diretor do grupo Arthur Guinness, Son and Company, na década de 1 950.

O Arthur Guinness, Son and Company era na época da criação do Livro dos Recordes fabricante da cerveja Guiness, uma das mais populares do Reino Unido.

Já que falamos na cerveja Guiness, você sabia que sua produção teve início em 1 759, na Irlanda? Ela tem, portanto, mais de 250 anos de história. Outra curiosidade: a Guiness está presente em mais de 150 países.

A ideia do livro surgiu no ano de 1 951 em uma discussão durante uma caçada. Beaver e seus amigos discutiram sobre qual ave é a mais veloz da Europa – a tarambola ou o tetraz.

A preparação da primeira edição do Guiness Book of Records coube aos irmãos jornalistas Ross e Norris MacWhirter. Ela chegou às livrarias no dia 27 de agosto de 1 955 com apenas 198 páginas. O livro teve sucesso imediato e alcançou o primeiro lugar em vendas já no primeiro ano de lançamento.

O Guiness possui em seu arquivos, sediados em Londres, 40 000 recordes diferentes registrados. Destes, apenas 10% vão para na edição anual do livro.

O Guiness possui um museu dos recordes com franquias em diversas cidades do mundo. Sediados em cidades como São Francisco, Tóquio, Copenhague, e Los Angeles, os museus apresentam provas documentais de dezenas de recordes registrados no livro.

Além de livros e museus, a franquia Guiness foi transposta para várias séries televisivas sobre recordes. Essas séries são exibidas em emissoras de TV do mundo todo.

Quer aparecer no Livro dos Recordes? Apesar de não ser fácil, não é impossível. Para bater uma marca, as condições devem ser iguais a do recorde estabelecido anteriormente. O aspirante é obrigado a apresentar provas documentadas do feito: fotografias, artigos de jornais, vídeos, depoimentos de testemunhas e, em muitos casos, o aval de especialistas no assunto. Difícil mesmo será entrar em contato com o Guiness para explicar o seu projeto. Os editores estão sempre ocupados com as mais de 20 000 consultas que recebem anualmente.

Alguns recordes do Guiness:

O soldado mais jovem da história foi o brasileiro Duque de Caxias, que ingressou no Exército com apenas cinco anos de idade.

O arroto mais barulhento do mundo é o de Paul Hunn, com 118 decibéis.

A mulher com a barba mais longa chama-se Vivian Wheeler. A barba de Wheeler mede 28 centímetros.

O italiano Nicolangelo Putignano é o sujeito que fica mais tempo prendendo a respiração. Acredite se quiser, ele é capaz de ficar 19 minutos sem respirar.

Ernestine, uma norte-americana de 74 anos, é a vovó mais musculosa do mundo. Ela levanta 70 quilos por dia na academia e corre 13 quilômetros por semana.

O maior sanduíche do mundo foi preparado com um pão com 2,14 metros de lado e 34 centímetros de altura de recheio.

O maior hambúrguer do mundo foi preparado em Toronto, no Canadá, em 2 013. Ele pesava nada menos que 300 quilos.

O maior número de panquecas lançadas simultaneamente no ar foi jogada na Inglaterra. Nada menos que 900 panquecas foram jogadas pelos estudantes da Universidade de Sheffield.

J. K. Rowling é a autora de livros infantis com maior faturamento da história. Em 2 008, o seu faturamento foi estimado em 300 milhões de dólares.

O maior público em uma partida de futebol foi 199 854 pessoas, na final da Copa de 1 950, entre Brasil e Uruguai, no Maracanã.

O maior show de rock aconteceu em Copacabana, onde Rod Stewart cantou para 3,5 milhões de pessoas no Réveillon de 1 994.

O maior ioiô do mundo foi feito no estado norte-americano de Ohio. Ele pesava 2 toneladas e tem 3,57 metros de diâmetros.

Majit Singh, da Inglaterra, é dono de um dos recordes mais curiosos do Guiness. Ele consegui levantar 23 quilos usando os olhos como apoio.

Outro recorde curioso é o da brasileira Elaine Davidson, moradora do Reino Unido. Ela é atualmente a mulher com maior número de piercings do mundo: 6 952.

O homem com a maior língua do mundo é o norte-americano Nick Stoeberl. A língua dele tem 10 centímetros de comprimento (maior do que a de Gene Simmons, da banda de rock Kiss).

A maior guitarra que existe foi feita no estado norte-americano do Texas. Suas dimensões: 13,30 metros de comprimento, 5 metros de largura e 908 quilos.

O maior percurso de bicicleta foi feito pelo norte-americano Scott Napier, que pedalou do Alasca até a Argentina, no total de 32 187 quilômetros.

O discurso mais longo da história foi feito pelo presidente cubano Fidel Castro em 29 de setembro de 1 960, no congresso do Partido Comunista. Ele durou nada menos que 4h20.

Obs: os dados são revistos anualmente pelo Guiness e sempre ficam desatualizados.

Fontes: Wikipédia, O Globo, IG, UOL, G1, O Boteco da Net, Guia dos Curiosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *