As guerras em 20 fatos curiosos

As guerras em 20 fatos curiosos

A palavra “guerra” deriva do vocábulo da língua gótica e saxônica “wirro”, que significa “confronto”.

A Guerra de Tróia durou dez anos.

Chamadas de Guerras Médicas, os conflitos entre gregos e persas na antiguidade duraram cerca de 20 anos.

Ao contrário do que muita gente imagina, os soldados comandados pelo espartano Lêonidas somavam 1 300 combatentes, não 300. O exército do rei Persa Xerxes I contava com 60 000 a 70000 homens.

A Guerra do Peloponeso, entre as Cidades-Estado de Atenas e Esparta foi longa. O conflito começou em 431 a. C. e terminou em 404 a. C., durando 27 anos.

A Guerra dos Cem Anos, entre França e Inglaterra, durou exatos 116 anos. Aliás, a Guerra dos Cem Anos reconhecida pelos historiadores como a mais longa guerra da história.

A guerra mais rápida da história foi entre a Inglaterra e Zanzibar, na África. Ela durou apenas 37 minutos.

A batalha mais longa de que se tem notícia foi a de Verdun, durante a Primeira Guerra Mundial, quando os exércitos da França e da Alemanha estiveram frente a frente. Acredite se quiser, ela durou de 25 de fevereiro a 18 de dezembro de 1 916.

A mais sangrenta batalha da história foi a de Stanligrando, travada entre 1 942 e 1 943, época da Segunda Guerra Mundial. Entre mortos, feridos e desaparecidos, ela fez cerca de 2 milhões de vítimas.

A guerra mais sangrenta da história foi a Segunda Guerra Mundial, quando morreram 60 milhões de pessoas.

A Guerra dos Trinta Anos foi, na verdade, uma guerra religiosa entre católicos e protestantes.

A Guerra do Paraguai dizimou três quartos da população desse país. De uma população de 800 mil pessoas, sobraram 200 mil.

A Guerra do Vietnã durou 20 anos e teve a participação de 2,7 milhões de soldados norte-americanos.

A Guerra entre Irã e Iraque matou mais de 1 milhão de pessoas e deixou mais de 2 milhões de feridos.

Uma das guerras mais curiosas da história foi a Guerra do Balde, em que tropas de Modena invadiram Bolonha (ambas na atual Itália) para roubar um balde de carvalho.

No Japão feudal, o exército ligado ao Imperador tinha soldados especiais cuja única missão era contar o número de cabeças de inimigos cortadas nas batalhas.

Essa é demais: as tropas de Gengis Khan degolaram a população inteira de uma cidade conquistada. Cada soldado do líder mongól degolou cinco pessoas.

Apesar do que costumamos ver nos filmes, o exército alemão (Wehrmacht) não usava a saudação nazista. Eles só foram obrigados a usá-la depois de Julho de 1 944, com o atentado a Hitler.

O Dia D ficou também conhecido como Operação Overlord, o seu nome de código

A invasão da Normandia no famoso Dia D matou 37 000 soldados aliados e mais de 200 000 alemães.

A Guerra da Coreia matou mais de 3 milhões de coreanos. Coreia do Norte e Coreia do Sul jamais assinaram um tratado de paz, o que nos leva a concluir que essa guerra jamais terminou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *