18 Coisas que todos deviam saber sobre o Mato Grosso

18 Coisas que todos deviam saber sobre o Mato Grosso

Com 903 357 quilômetros quadrados, o Mato Grosso é o terceiro maior estado brasileiro em extensão. Os dois primeiros são o Pará e o Amazonas.

O nome Mato Grosso tem origem na grande extensão de mato espesso e alto localizado nas margens do rio Galera encontrada na região. As primeiras referência a ele datam do século XVII.

O Mato Grosso tinha uma população de 3,2 milhões de habitantes em 2 014, o que equivalia a 1,6% da população brasileira.

A capital e cidade mais populosa do Mato Grosso é Cuiabá.

O Mato Grosso possui 117 municípios. Os mais populosos são, pela ordem: Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra. O menos populoso é Araguainha.

De acordo com o Tratado de Tordesilhas, o Mato Grosso devia ser território espanhol. Foram eles que fundaram as primeiras povoações do estado. Acabaram, no entanto, sendo expulsos por bandeirantes paulistas, que fundaram cidades como Cuiabá.

Até 1 977, os livros de geografia registravam um único e extenso estado chamado Mato Grosso. Com o desmembramento da região sul, surgiu o atual estado do Mato Grosso do Sul, com capital em Campo Grande.

Cuiabá é, ao lado de cidades como a tocantinense Palmas, a piauiense Teresina e a rondonense Porto Velho, uma das capitais mais quentes do Brasil. Os termômetros chegaram a registrar 42º Celsius na região durante a primavera de 2 015.

Escolhida como uma das cidades-sede da Copa do Mundo de 2 014, Cuiabá construiu uma moderna arena esportiva chamada Arena Pantanal.

O Pantanal era chamado pelos colonizadores europeus de Mar dos Xaraés, em referência às cheias do rio Paraguai e aos índios xaraés. Os xaraés habitaram regiões como a de Cáceres, na divisa do Mato Grosso do Sul e Bolívia.

O Pantanal é uma planície extensa, com atitudes não superiores a 100 metros. É a maior planície inundável do planeta. Sua área cobre o leste da Bolívia e do Paraguai, o noroeste do Mato Grosso do Sul e o sul do Mato Grosso. Mais de 60% dela está em território mato-grossense-do-sul.

O território mato-grossense é, na verdade, dominado por três biomas: o Pantanal (6,8%), o Cerrado (39,6%) e a Amazônia (56,6%). Quase metade das suas cidades estão no Cerrado, inclusive Cuiabá.

O estado é dominado por planaltos e planícies (cerca de 70% de sua área), com altitudes inferiores a 600 metros. Entre os seus principais rios estão o Paraguai, o Xingu, o Araguaia e o Cuiabá.

Localizado nos limites do Mato Grosso, Goiás e Tocantins, o rio Araguaia é um dos mais extensos do Brasil. Além da pesca, um dos seus principais atrativos são as praias de água doce.

Com 33 mil hectares, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é uma das principais atrações turísticas do estado. Ele possui paredões, cachoeiras (como a emblemática Véu de Noiva) e cavernas de arenito. Fica a apenas 60 quilômetros de Cuiabá.

Localizada na Chapada dos Guimarães, a caverna Aroe Jari (ou Gruta do Francês) é a maior gruta de arenito do Brasil.

A economia do Mato Grosso é baseada principalmente na indústria extrativista, na agricultura e na pecuária. O estado é um dos maiores produtores de soja do país.

Uma última curiosidade: o nome da cidade de Sinop é a sigla de Sociedade Imobiliária do Noroeste do Paraná, uma empresa que adquiria grandes áreas para transformá-las em fazendas, sítios e núcleos habitacionais.

Fontes: Wikipédia, Enciclopédia Ilustrada Folha, Viaje Aqui, Guia dos Curiosos, G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *