12 Cidades brasileiras que viraram patrimônio da humanidade

12 CIDADES BRASILEIRAS QUE VIRARAM PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE

Patrimônio Mundial é uma área ou região considerada de fundamental importância para a humanidade. Pode ser um monumento, uma construção, uma floresta, uma montanha, uma ilha etc. Sua relevância é avaliada pela UNESCO, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura. O status de patrimônio garante a sua conservação – nem sempre obedecida, cabe aqui lembrar – para a posteridade. Existem dois tipos de patrimônios definidos pela UNESCO: o natural e o cultural.

A seguir uma lista das áreas urbanas consideradas Patrimônio Cultural da Humanidade localizadas no Brasil.

CIDADE DE OURO PRETO – A cidade histórica de Ouro Preto está localizada no estado de Minas Gerais. Foi fundada em 1 711 através da junção de vários arraiais erguidos pelos bandeirantes. Abriga um importante conjunto arquitetônico, que inclui igrejas de arquitetura barroca e casario colonial. Possui também diversos museus de importância cultural e histórica, como o Museu de Arte Sacra do Pilar, Museu do Oratório e Museu da Inconfidência.

CIDADE DE GOIÁS – Também conhecida pelo nome de Goiás Velho, essa pequena cidade fica no Centro-Oeste. Foi fundada pelos bandeirantes no século XVII, muito antes do surgimento da atual capital do estado de Goiás. Possui um conjunto arquitetônico e histórico harmonioso, com forte influência portuguesa. Um dos monumentos mais curiosos é a casa do bandeirante Anhanguera. Outras construções que fizeram dessa cidade um patrimônio de toda a raça humana foram o Mosteiro da Anunciação, o Convento dos Padres Dominicanos e a Igreja de Nossa Senhora da Abadia. Uma de suas moradoras mais famosas foi a poetisa Cora Coralina.

RIO DE JANEIRO – As paisagens entre o mar e as montanhas do Rio de Janeiro são consideradas Patrimônio da Humanidade desde 2 012. Foram muitos os monumentos, edifícios e paisagens naturais considerados na época em que a cidade foi reconhecida pela UNESCO: Cristo Redentor, Pão-de-Açúcar, arcos da Lapa, Catedral Metropolitana, calçadão de Copacabana, floresta da Tijuca… Com um número impressionante de museus e centros culturais, o Rio de Janeiro é considerado uma das cidades mais dinâmicas do mundo.

CENTRO HISTÓRICO DE OLINDA – Localizada na região metropolitana , a cidade de Olinda possui um dos mais bem preservados centros históricos do país. É famosa pelas manifestações culturais, entre elas o carnaval com bonecos gigantes. Possui um bem preservado casario colonial de influência portuguesa, além de importantes igrejas. A Catedral da Sé e o Convento de São Franscisco são alguns das mais importantes construções históricas da cidade.

CENTRO HISTÓRICO DE SALVADOR – O centro histórico da capital baiana compreende as ruas e monumentos arquitetônicos do tempo Brasil colonial, como o chamado Pelourinho. Como primeira capital colonial do Brasil, Salvador possui um diversas ladeiras, becos e ruas com construções de influência portuguesa.

CENTRO HISTÓRICO DE DIAMANTINA – Localizada em Minas Gerais, Diamantina é ao lado de Ouro Preto e Congonhas, uma das mais importantes cidades-monumentos do estado. Seu centro histórico foi tombado em 1 938. Em 1 999 foi reconhecido pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. Suas ruas estreitas e praças abrigam importantes construções do período colonial, muitas de forte influência barroca. Vale destacar a Igreja e São Francisco de Assis, Igreja de Nossa Senhora das Mercês, Colégio da Glória e Igreja de Nossa Senhora do Carmo.

CENTRO HISTÓRICO DE SÃO LUÍS DO MARANHÃO – Única capital brasileira que não foi fundada por portugueses, a cidade de São Luís foi durante algum tempo dominada por franceses e holandeses. Com a conquista portuguesa, começaram a surgir os sobrados com balcões e chamativas fachadas de azulejo. Tombada pela UNESCO em 1 997, o cidade possui um acervo arquitetônico com mais de 3 mil prédios, boa parte deles casarões de arquitetura portuguesa. Entre os seus principais pontos turísticos, vale mencionar o Palácio dos Leões, o Palácio de La Reverdière, o Palácio Episcopal e o Teatro Arthur Azevedo, o segundo teatro erguido no Brasil.

PLANO PILOTO DE BRASÍLIA – Idealizado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e pelo urbanista Lúcio Costa, o plano piloto de Brasília possui um formato que lembra um avião. Foi idealizado de modo a harmonizar a simetria dos prédios com o design geral da cidade. Conhecido como “corpo do avião”, o eixo monumental abriga as principais construções, entre elas o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto, o Palácio do Itamaraty e a Catedral de Brasília. O projeto arquitetônico coube a Oscar Niemeyer e os cálculos estruturais pelo engenheiro Joaquim Cardoso. Brasília é uma das poucas capitais mundiais consideradas Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, reconhecimento feito em 1 987.

PRAÇA DE SÃO FRANCISCO, SÃO CRISTÓVÃO, SERGIPE – Localizada na região metropolitana de Aracaju, a cidade de São Cristóvão possui um quadrilátero com uma importância histórica de extrema relevância. As construções datam dos séculos XVIII e XIX e tem como maior referência o Complexo Franciscano, com igrejas e conventos pertencentes a essa ordem religiosa. O patrimônio arquitetônico inclui o Convento de São Francisco, o Convento do Carmo, a Igreja de Nossa Senhora da Vitória, a Santa Casa de Misericórdia e o Sobrado com Balcão Corrido. Uma das mais conhecidas atrações turísticas é o Museu de Arte Sacra, no convento de São Franscisco.

SANTUÁRIO DE BOM JESUS DE MATOZINHOS, CONGONHAS, MINAS GERAIS – Famoso pelas estátuas dos Doze Profetas, esse santuário é reconhecido como Patrimônio Cultural pela Organização das Nações Unidas desde 1 985. Possui seis capelas, onde o maior destaque são as arquiteturas do mestre barroco Aleijadinho. A igreja principal segue o barroco em sua decoração. É um dos principais centros de atração turística do estado de Minas Gerais.

MISSÕES JESUÍTICAS GUARANIS – Aqui convém chamar a atenção para o fato de que não apenas as ruínas das missões jesuíticas brasileiras, mas as argentinas e paraguaias são consideradas patrimônios culturais. Situada na região de São Miguel das Missões, no Rio Grande do Sul, as ruínas brasileiras consistem em antigas construções feitas por missionários católicos em território guarani. As ainda bem preservadas ruínas da catedral de São Miguel Arcanjo atraem milhares de turistas todos os anos. Perto desse local existe um museu projetado por Lúcio Costa com esculturas de santos feitas pelos índios e trazidas da Europa. Elas são consideradas Patrimônio Cultural da UNESCO desde 1 983.

CONJUNTO ARQUITETÔNICO DA PAMPULHA – Com projeto original desenvolvido pelo arquiteto Oscar Niemeyer e o paisagista Roberto Burle Marx, o Conjunto Moderno da Pampulha é um dos principais atrativos de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. Uma das atrações mais procuradas pelos turistas é a Igreja de São Francisco, com obras do pintor Cândido Portinari. Além de lago, jardins e um traçado urbano modern, o Conjunto possui ainda o Museu da Pampulha e a Casa do Baile (onde funciona atualmente um centro de referência de arquitetura e urbanismo da capital mineira).

 

Fontes: Wikipédia, Iphan, Unesco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *